Previdência no Brasil

Previdência Privada ou Complementar é uma forma de aplicação financeira, para acumular recursos, com objetivo de garantir uma renda mensal no futuro ou período em que deseja parar de trabalhar ou aposentar.

No Brasil, ainda não é muito comum as pessoas terem plano de previdência. A maioria que possui é porque em algum momento aderiu na empresa em que trabalhou. Também não são todas as empresas que possuem planos de previdência privada, na maior parte são as grandes empresas. Mas isso tende a mudar, pois está havendo um crescimento grande nos planos de fundos de pensão.

Estrutura de Previdência no Brasil:

Existem dois tipos de Previdência Privada no Brasil, Fechada e Aberta:

  • Previdência Complementar Fechada: São os planos destinados a empresas ou associados, em que participantes (funcionários) ou associados, contribuem para a formação de um fundo de pensão, o qual é gerido por entidades sem fins lucrativos.
  • Previdência Complementar Aberta: É um plano em que qualquer pessoa pode ingressar, individualmente e oferecido por bancos e seguradoras. No Brasil não é possível que uma entidade de previdência complementar aberta seja sem fins lucrativos.

Previdência Social: é um seguro social, mediante contribuições previdenciárias, com a finalidade de prover subsistência ao trabalhador, em caso de perda de sua capacidade laborativa. A Previdência Social é administrada pelo Ministério da Previdência Social e as políticas referentes a essa área são executadas pela autarquia federal denominada Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).